Viajando por 40 cidades da Holanda: 8 ª cidade – Bussum

Bussum

Situada no sudeste da província holandesa de Noord- Holland pertencia a região de “Het Gooi”, porém a partir de 2016, juntamente com as cidades de Naarden e Muiden passaram a constituir o novo município de Gooise Meren.

Com os seus lindos bosques, na idade média era apenas um vilarejo de tecelãs e pastores de ovelhas. Em meados de 1379 tornou-se um ponto de encontro de artistas, escritores, editores, socialistas e intelectuais da época. A viúva de Theo Van Gogh, Johanna Bonger , instalou-se no local, no final do século XIX, com dezenas de pinturas de seu falecido cunhado Vincent Van Gogh.

Praça
Atualmente a cidade, apesar de pequena, tem um excelente centro comercial, com pouco atrativos turísticos em comparação a sua ilustre vizinha, a cidade de Naarden.

BussumCentro Bussum

Apesar de ser referência comercial para as cidades vizinhas, Bussum tem a tranquilidade de uma cidade pequena.

Mas uma característica chamou a minha atenção, a nítida polaridade social da cidade: ao norte grandes casas com lindos jardins representando o status social dos seus moradores, ao sul prédios com diversos apartamentos pequenos e algumas casas conjugadas. E ligando as duas partes, um centro comercial movimentado.

Óbvio que podemos encontrar está polaridade em qualquer cidade holandesa, conduto devido Bussum ser pequena as diferenças ficam mais perceptivas.

 

Arte de rua Bussum
Gostei do nome da obra!

O acesso a cidade é muito fácil, pois ela tem duas estações de trem: a estação Bussum e a estação Naarden- Bussum. Fica apenas 20 minutos do centro de Amsterdã, e é um perfeito passeio de bate e volta e de quebra você ainda pode conhecer a cidade de Naarden que eu já contei aqui no blog. Caso queira relembrar o texto e as fotos de Naarden clique aqui.

Espero que tenham gostado do passeio por Bussum.

Você já conhecia a cidade de Bussum? Conta pra gente!

Te vejo no próximo post.

Viajando por 40 cidades da Holanda: 7 ª cidade – Eemnes

Você já pensou em morar numa cidade minúscula no interior da Holanda? Se a sua resposta for sim, conheça Eemnes.

Eemnes faz parte da província de Utrecht com apenas 9.009 habitantes ( fonte: CBS ) e uma área de 33,67 km²(dos quais 2,64 km² de água). A sua localização central faz dela uma das cidades mais acessíveis da Holanda. Em média leva 78 minutos de carro à partir de Eemnes para qualquer outro ponto extremo da Holanda,  isso na teoria, pois na prática o mesmo trajeto através de transporte público demora em torno de 2 horas.

Praça Central Eemnes
Praça central da cidade

Ou seja, a sua realidade é de isolamento, pois a cidade conta apenas com uma linha de ônibus e não possui linhas de trem. O acesso mais fácil é pela rodovia A27. Mas este isolamento fez dela um típico exemplo de um vilarejo holandês com suas casinhas pitorescas em volta de uma praça com pequenos canais que cortam a cidade.

Canais na cidade de Eemnes

Mesmo Canal de Eemnes no gelo
Mesmo canal com diferença de dois dias.

No seu entorno existem diversas fazendas onde podemos ver as originais vacas holandesas. Por já ter sido uma referência na produção de leite, a vaca é o símbolo da cidade, representada por diversas esculturas.

Vaquinhas de Eemnes
Escultura principal da cidade – Vaquinhas congeladas

A cidade não tem atrativos turisticos, e sim beleza natural. Caso esteja de passagem pelas próximidades vale a visita. Seguem algumas fotos para você conferir:

 

Já conheciam esta cidade ? Conta pra gente.

Espero que tenham gostado de viajar comigo!

Te vejo no próximo post!

Beijocas

Viajando por 40 cidades da Holanda: 5 ª cidade – Huizen e 6 ª cidade – Laren

O projeto Viajando por 40 cidades da Holanda foi criado com objetivo de divulgar e mostrar as belezas deste país encantador. Além de proporcionar um aperfeiçoamento da minha paixão, a fotografia.

Apesar das surpresas que a vida nos oferece que às vezes nos força a mudar o rumo, tenho a certeza que este projeto me levará a um crescimento pessoal incrível. Ficarei feliz em ter vocês junto comigo nesta caminhada.

Por isso, não deixem de acompanhar o blog, a Fanpage e o Instagram, pois pretendo fazer vídeos das minhas visitas.

Mas chega de papo e confiram mais duas cidades visitadas.

5 ª cidade – Huizen

Huizen tem um perfil mais moderno e urbano que as cidades ao seu entorno. Esta antiga vila de pescadores, atualmente é o centro comercial da região, apesar de não ter estação de trem, a cidade possui uma variedade de linhas de ônibus.

A marina da cidade e o centro histórico valem uma visita, além disso você pode visitar o o “Het Huizer Museum” que tem várias curiosidades do século XVIII, epóca que a cidade era uma referência na frota de pescas do País.

No porto da cidade existe diversos cafés e restaurantes, onde você pode apreciar a vista e se deliciar com um momento de paz e quietute do interior holandês.

Ao longo da cidade você irá ver mais de 35 esculturas de diferentes artistas holandeses. A prefeitura disponibilizou na internet um roteiro especial para o visitante poder observar as esculturas de arte pública, essa trilha passa pelo centro histórico e por toda a área nova. Por este motivo Huizen é considerada uma galeria de arte ao céu aberto.

Conheça um pouco da cidade nas fotos a seguir:

6 ª cidade – Laren

Requinte, luxo e sofisticação, são palavras que definem a cidade de Laren. Com um dos metros quadrados mais caros da Holanda, a cidade conseguiu encontrar um equilíbrio entre presevar suas características de aldeia e prosperar através do seu famoso comércio de luxo. O município tem 11.079 habitantes (fonte: CBS) e tem uma área de 12,37 km². Laren, juntamente com a vila vizinha, Blaricum, é um dos municípios mais ricos da Holanda.

Típica vila holandesa com uma linda praça central e uma exuberante Basílica de São Jõao. Nas suas ruas podemos encontrar diversas lojas de marca de renome, além de cafés e restaurantes sofisticados. No verão funciona uma barraca do século 19 que vende as tradicionais panquecas holandesas “os poffertjes “. E no inverno a praça ganha uma pista de patinação no gelo.

A cidade parece sair de contos de fadas, cercada por muito verde, estimula longos passeios de bicicleta ou uma caminhada por diversas trilhas que a cercam.

As construções arquitetônicas da cidade remetem à história da arte holandesa. A cidade foi um dos cenários para o filme holandês  “Gooishe Vrouwen”, uma versão holandesa de “Sex and the City” (minha opinião).

A melhor forma de acesso à cidade é de carro, pois não existe estação de trem e a única linha de ônibus tem horários bem espaçados. Vejam algumas fotos:

 

Espero que tenham gostado de viajar comigo.

E você, já conhecia estas cidades?

Te vejo no próximo post!