Alugar um imóvel na Holanda

Quando soube que iria me mudar para a Holanda tive a difícil tarefa de escolher o meu futuro lar através da internet. As opções de sites são restritas e os maiores concentram quase todos os imóveis.

Escolhemos 10 possíveis moradias, mas o meu marido pode visitar apenas 3, pois aqui não adianta ver uma plaquinha na porta e tentar visitar o imóvel, sua visita deverá ser agendada por uma imobiliária, nada de tentar negociar com o proprietário, isso aqui não funciona. E para nossa família fator tempo era uma agravante, tínhamos pressa.

Os sites www.funda.nl, www.pararius.com, www.directwonen.nl  são os mais procurados e refletem a maior parte do mercado, contudo as imobiliárias são meras intermediárias de contato e responsáveis pelos contratos, caso tenham algum problema posterior ao aluguel terá que tratar diretamente com o proprietário e somente se não houver solução, eles podem intervir. Difere das imobiliárias que conheço no Brasil que não gostam de contato direto entre locatário e locador. Outro ponto diferente é a taxa da imobiliária que aqui é cobrada uma única vez no ato do contrato e não mensalmente como no Brasil.

As estruturas dos imóveis são bastante parecidas, nas cidades um pouco maiores existe uma predominância de pequenos prédios colados, semelhantes aqueles de Amsterdam, pequenos flats e poucas casas nos centros. Nas cidades pequenas geralmente se vê casas geminadas, contudo atende perfeitamente os requisitos de individualidades e algumas tem até um bom quintal, os prédios das cidades pequenas  em sua maioria são baixos de no máximo 5 andares.  Agora, se quiser uma casa individual daquelas onde os vizinhos são distantes, com um grande jardim, prepare o bolso, pois são raras e requerem um alto poder aquisitivo.

Uma característica bem marcante é a quantidade de banheiros, mesmo as grandes casas tem em sua maioria um banheiro e um lavabo, sendo raridade encontrar várias suites, mesmo em casas sofisticadas e caras. As plantas quase sempre apresentam a cozinha como ponto de partida, seguida por uma grande sala que integra a sala de jantar e estar. Os quartos normalmente ficam na parte superior e o acesso a eles são por escadas rotatórias com degraus minúsculos.

Esqueça tanque e área de serviço no máximo irá encontrar um sótão que faz esse papel, mas em boa parte das casas irá ter a máquina de lavar na cozinha ou no banheiro e provavelmente a sua banheira (quando houver) irá prestar o trabalho do tanque. A sua maneira de limpar o banheiro e a cozinha irá mudar, pois aqui ralo é artigo de luxo, acredito que não ensinaram o funcionalidade deles para os pedreiros de plantão. E por falar em limpeza, prepare o braço ou sua maquininha de limpar vidros, aqui todas as casas tem muitas janelas e portas de vidros, que no primeiro momento te dar a sensação de viver num reality show, pois sua rotina fica exposta para quem quiser ver, mas depois a gente se acostuma e percebe que os holandeses não são tão curiosos assim e ficar olhando pela janela não é visto com bons olhos.

Boa parte dos imóveis são estreitos e ocupam pouco espaço, tal característica tem um fator histórico, os impostos eram pagos conforme o espaço tomado no terreno, isso pode ser visto em algumas construções antigas onde a base é nitidamente menor que a parte superior, construída assim de forma proposital para pagar menos impostos na época.

O valor do aluguel irá depender de diversos  fatores assim como no Brasil, localização, número de quartos, quintal, entre outros. Provavelmente vão te cobrar depósito caução, variando entre um e dois aluguéis. As despesas de água , luz e gás são a parte, geralmente as casas de aluguel vem mobiliadas ou semi-mobiliadas com a cozinha montada ( geladeira e fogão).

Saber algumas palavras da língua holandesa pode te ajudar na busca. Separei algumas para vocês que acho interessante entender (foram úteis na minha busca):

  • Huur – Aluguel
  • Buurt – Bairro
  • Beschikbaarheid – Diponibilidade
  • Slaapkamers – Quartos
  • Kamer – Cômodos

Agora se quiser passar apenas uma temporada nas terras dos moinhos, pode alugar um imóvel de temporada através do site www.airbnb.com.br (em português) uma boa opção também para quem prefere ou tem tempo de vir antes da mudança definitiva.

Quem sabe poderemos ser vizinhos!

Vale lembrar que esse relato é sobre a minha experiência pessoal, caso tenha uma informação diferente, conte para gente, talvez possamos ajudar outras pessoas.

Te vejo no próximo post.

Tirei algumas fotinhas de imóveis para exemplificar, fica a vontade para olhar.

Beijocas